CLAREAMENTO DENTAL

Como clarear seus dentes?

Pergunte a si mesmo o que você mudaria no seu sorriso. Provavelmente, a resposta seria “dentes mais brancos”.

Diversas pesquisas têm mostrado que o atributo facial a ser notado primeiramente numa pessoa são seus dentes. Vivemos em uma época onde há uma grande exigência à estética corporal, facial e dentária, tornando o sorriso um bem cada vez mais importante e valioso.

 

Por isso, é cada vez maior a busca por tratamentos de clareamento dental.

Diante disso, a odontologia vem desenvolvendo e aprimorando técnicas de clareamento dental, com o objetivo de oferecer às pessoas tratamentos que atendam suas expectativas estéticas.

 

Sendo assim, o clareamento dental tornou-se um dos mais populares tratamentos estéticos da odontologia. Recorrer ao clareamento dental para ter um sorriso mais branco e cada vez mais natural devolve a muitas pessoas sua autoestima e confiança. Dentes brancos e atraentes tem sido a principal preocupação de todos pacientes que buscam o clareamento dental.

 

O que a grande maioria das pessoas realmente quer com o clareamento dental são dentes que as tornem mais jovens, saudáveis e atraentes.

 

Os dentistas são os profissionais a quem as pessoas mais recorrem para aconselhamento e assistência para melhorar sua aparência.

 

Um sorriso mais branco e brilhante é muito mais atraente. A odontologia está preparada para criar sorrisos assim, de uma maneira cada vez mais segura e rápida utilizando-se tanto do Clareamento Dental a Laser, quanto do Clareamento Dental Caseiro com moldeira utilizado com recomendação do dentista.

 

Atualmente, aqui na Sorriso de Monalisa, utilizamos a chamada técnica conjugada de clareamento, através da qual utilizamos os benefícios de cada uma das técnicas, seja a de clareamento dental caseiro como a do clareamento a laser.

Clareamento dental caseiro

O clareamento dental caseiro é realizado a partir de uma moldeira de silicone feita nas medidas exatas dos seus dentes, a qual você utiliza com o gel clareador entregue pelo seu dentista. Normalmente, o tratamento de clareamento dental caseiro é realizado no período da noite.

 

O processo basicamente funciona a partir do momento em que o gel clareador entra em contato com o dente e é absorvido por ele. É nesse momento que o princípio ativo do gel (peróxido de hidrogênio ou peróxido de carbamida) passa a destruir as moléculas dos pigmentos que escurem os dentes e, então, o dente passa a ficar mais branco.

Durante o tratamento, que dura em torno de 15 dias, é extremamente recomendado não consumir nenhum tipo de alimento ou bebida pigmentada. Esse tipo de clareamento, o caseiro, tem como vantagem proporcionar uma maior durabilidade do clareamento executado.

 

Clareamento a laser

Esse tipo de clareamento dental é muito mais rápido.

Clareamento dental a laser é a melhor opção para aqueles que não querem esperar por muito tempo para ver os resultados de seus tratamentos de clareamento dos dentes.

Esse procedimento é feito com o uso de laser, que estimula e acelera o processo de clareamento no dente.
Dependendo do caso será preciso mais de uma sessão com duração de 1h e com intervalo máximo de 1 semana entre sessões, para que seus dentes fiquem brancos.

Aqui na Sorriso de Monalisa utilizamos o Clareamento a Laser com luz violeta, que é o que há de mais moderno e efetivo no mercado atualmente.

 

Avanços no clareamento dental a Laser com LED violeta

O diodo emissor de luz, também conhecido pela sigla em inglês LED, vem se tornando cada vez mais popular, na medida em que tem substituído lâmpadas comuns que iluminam locais e instrumentos. Mas o que pouca gente sabe é que em breve o LED violeta vai substituir os géis clareadores dentais.

O clareamento dental com LED violeta é mais eficaz do que outros métodos já consagrados. “Assim como o LED azul, a luz violeta é visível e não ionizante. A diferença é que o LED violeta pode ser usado com ou sem uso de gel clareador para ter um efeito estético invejável. Ela sozinha é capaz de fragmentar os pigmentos que dão cor aos dentes, clareando em até três tons”.

Uma grande vantagem, para muitos pacientes, é poder abrir mão do uso do gel clareador, geralmente feito de peróxido de hidrogênio ou carbamida. “O clareamento dental com LED violeta é uma forma moderna e segura, quando realizada por profissional devidamente capacitado, de dar adeus àquele sorriso amarelado ou acinzentado. Esse tipo de clareamento é considerado um método avançado que melhora o conforto e a segurança, respeitando os tecidos gengivais e não prejudicando o esmalte dental. “Além disso, evita um efeito colateral muito comum dos clareamentos que é a hipersensibilidade”.

São necessárias de uma a três sessões de uma hora cada uma para se atingir o clareamento desejado. “É importante ressaltar mais dois pontos importantes: primeiramente, a efetividade do clareamento vai depender muito do tipo de mancha que o paciente tem, geralmente determinada por seus hábitos alimentares e sociais. Clarear os dentes e persistir no consumo de café, chá preto, molho de tomate, vinho e fumo – que reconhecidamente contribuem para o escurecimento dos dentes – é um erro que deve ser evitado. Além disso, o clareamento com LED violeta deve ser realizado com espaço de uma semana entre as sessões. Sendo assim, recomendamos paciência para os adeptos de soluções mágicas, que não se sustentam com o passar do tempo. Esse tempo entre uma sessão e outra é fundamental para que o resultado seja alcançado da melhor firma possível”. Por outro lado, este espaço de tempo, não pode ser maior que uma semana.

 

Clareamento Conjugado

O melhor método para um resultado rápido, eficaz e duradouro é a associação dos dois métodos de clareamento, o clareamento caseiro juntamente com o clareamento dental a laser. Essa é a técnica utilizada aqui no Instituto Croma.

Durabilidade do Clareamento Dental

A durabilidade do tratamento depende, em sua maior parte, dos hábitos alimentares, de higiene e da assiduidade do paciente ao consultório, durando em média 1 ano. O clareamento dental dura menos em pacientes fumantes, que tomam muito café, refrigerantes à base de cola, chás escuros, ou vinho tinto devido à presença de corantes. Porém, os dentes clareados nunca voltam à cor original (antes de realizar o clareamento). Este fator torna o clareamento em um dos tratamentos estéticos de melhor relação custo-benefício.

 

O Clareamento causa algum tipo de dano aos dentes?

 

Uma dúvida muito frequente dos pacientes é a questão do enfraquecimento dentário com o uso dessa técnica. Entretanto, há hoje uma infinidade de artigos científicos que evidenciam não ocorrer nenhum enfraquecimento do esmalte ou da dentina. A técnica do clareamento dental está consagrada desde os anos 80 e não provoca nenhum dano à estrutura dental e nem à saúde geral do paciente.

 

Riscos do Clareamento Dental Caseiro sem Orientação do Dentista

 

Os riscos do clareamento dental caseiro sem orientação são muitos. Vendido em concentrações variadas, o peróxido de carbamida (substância do gel) tem de ser administrado de acordo com as necessidades pontuais de cada paciente. Um gel muito forte pode ser agressivo e doloroso para uma pessoa com dentes muito sensíveis, por exemplo. De acordo com Mauro Piragibe, da Associação Brasileira de Odontologia (ABO), há grandes chances do produto vazar da moldeira e entrar em contato com as mucosas da boca. Ele pode causar perda de papila (gengiva entre os dentes), retração de gengiva (deixando a raiz à mostra) – ambos reversíveis apenas com enxerto -, inflamações da bochecha e dos lábios e até piorar casos de gastrite e úlcera gástricas. “Isso acontece porque a moldeira não é bem feita”. Para esse tipo de tratamento, ela precisa ser feita dentro de um consultório, de maneira personalizada, com o formato exato dos dentes do paciente. Só assim os riscos do gel vazar são mínimos”.

Sem controle – Os clareadores dentais não têm venda restrita no Brasil, desde que sejam registrados pela Anvisa. Para conferir, basta se certificar que o produto tenha o símbolo do órgão federal na embalagem. Apesar de ser facilmente encontrado em sites de venda na internet, algumas lojas especializadas só comercializam os produtos para dentistas com registro profissional. Mas fazem isso somente em cumprimento a uma recomendação do Conselho Federal de Odontologia, sem força de lei. O CFO requer há muito tempo que a venda seja feita exclusivamente a especialistas da área.

Em julho de 2009, a diretoria do conselho enviou um ofício à Anvisa solicitando novos estudos sobre a comercialização dos clareadores. “Queremos que seja criada uma Câmara Técnica de Discussão sobre a Odontologia. Um local específico para se discutir a venda de produtos e materiais de uso odontológico”, diz Marcos Luis Santana, que representa o CFO na Anvisa. O órgão federal, em resposta, afirmou que tal instância para discussão já existe e é representada pela Associação Brasileira de Odontologia. “Mas queremos algo específico que discuta mais de perto o problema da venda desses produtos.

Share:
Leave comment

São Miguel Pta | SP

Rua Arlindo Colaço, 328
2º - Andar, conj 24

Entre em contato

11 2033-0728/2956-4941
(11) 94714-1041
@odontologia_sorrisodemonalisa

Atendimento

Segunda à Sexta-feira
08:30h às 18:30h

Agendamento

Solicite um agendamento agora mesmo